Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UM ESTADO DE GUERRA NÃO DECLARADA.

Não dá para contar com palavras
alguns vazios da vida
a voz falha, a atenção dispersa
como a juvenil tensão de todo homem
vivemos uma série de estados
de euforia e ceticismo,
de desgraça e sítio,
de fome e agonia,
de esperança e graça,
um estado a cada tempo,
a cada dia ou minuto,
as crianças brincam no Jardim
em vozes e gritos
o que esconde
uma inocência despreocupada
talvez sim, talvez não
mas deve-se ainda acreditar na inocência?
são estes vazios
que nas teses emolduram frases
que na vida geram crises
que nos faz uma eterna procura
talvez sim, talvez não.

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 28/03/2005
Código do texto: T8335
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 56 anos
3231 textos (120199 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 01/10/16 01:49)
Peixão