Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A noite está calada

A noite está calada. O ar está frio.
Sinto sua falta, parece que você sumiu.
A dor que dói em meu peito não é
Comparada a nada que tu já sentiste.
A mania de te ter por perto parece que ressurgiu.
Sinto tua falta, sinto tua falta.
A falta que tu me faz não se compara
A nada que eu já possa ter sentido.
Os teus gemidos imaginados
Chegam sussurrados aos meus ouvidos.
Ouvidos que estão surdos, por não ouvirem
A sua voz doce falando amorosa que me ama.
A saudade me desespera, pois eu queria estar contigo
O aquecimento de meu peito desapareceu,
Assim como tu sumiste.
Mas afinal, será que tu sumiste mesmo,
Ou apenas ainda não chegou em casa?
A dúvida me persegue e a noite continua calada,
O ar continua frio.
Te amo meu anjo sincero,
E eu sei que tu não sumiste,
Pois ainda te sinto aqui em meu peito,
Dentro do meu coração.
Afinal, a lembrança da memória
É o melhor aquecimento que eu tenho
Quando tu não estás aqui junto
De mim, pra me fazer companhia.
Lilith Góthica
Enviado por Lilith Góthica em 09/12/2005
Código do texto: T83394

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lilith Góthica
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 33 anos
240 textos (31365 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 11:05)
Lilith Góthica