Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

De como um homem caiu do cavalo e continuou andando ( Vandré)

                         Estou aqui
                                      Ouvindo Cartola
               Um abismo na alma
                                       Como um poço sem fundo
                Apenas o corpo
                                   Largado em queda livre
           Para o deboche do mundo
                                                                    Mol de cervejas
                                                   Muitos cigarros
       E uma névoa de solidões antigas.
Aldo Guerra
Enviado por Aldo Guerra em 10/12/2005
Reeditado em 13/02/2011
Código do texto: T83418
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Aldo Guerra
Rio das Ostras - Rio de Janeiro - Brasil, 60 anos
296 textos (26095 leituras)
3 áudios (490 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 10:30)
Aldo Guerra