Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A felicidade pode ser...

A felicidade pode ser uma faca espessa
De corte sutil e imperceptível
Como tudo aquilo que começa a sangrar
E pouco se pode fazer para estancar
A felicidade pode bater à porta
Mas com ela na sua cara incauta
E por tudo que tenha feito de bom
Ser talhado como um que passou por aí um dia desses...
A felicidade é uma corrente
Que nem  sempre te prende nos desejos
Toma anseios pertinentes e esvai-se
E você tomado de uma certa angústia
Lamenta a felicidade que acaba de passar
Tudo aquilo que mal se separa
Somente marcas dolorosas pode deixar
A felicidade entra sorrateira
Feito fumaça se dilui num piscar de olhos
Se você ficar lamentando a vida inteira
Nem vai perceber ela passar por você
E quando perceber
Já será muito tarde
Se a felicidade mora ao lado
É por que você ainda não aprendeu o que é amar
Amar... e talvez ser feliz por saber que amou
Amar... e talvez ter alguém que te amou também
Amar... e saber chorar com toda a felicidade
E segurar a dor com princípio
Se ela não olhar para você de novo
Eu sei o que é amar...
Mesmo nos momentos em que fui infeliz.

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 28/03/2005
Reeditado em 14/02/2011
Código do texto: T8344
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 56 anos
3231 textos (120199 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 30/09/16 13:52)
Peixão