Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MINHAS POESIAS (meus amores)


Minhas poesias (meus amores)


Se hoje...
Eu escrevo, versos.
E para esconder a solidão.
Ou, para esconder minha dor.
E o que se passa em m’alma
Pois meus amores só existem,
Nas poesias que escrevo.
Alguém pode até imaginar.
Ao ler meus versos.
Que eu tenha...
Alem do meu romantismo.
E este grande amor...
Que eu escrevo em minhas poesias.
Seja o amor vivido por mim...
Mas não e assim na minha vida.
Falta-me, a outra metade.
Para preencher este espaço vazio.
Que existe nas minhas noites.
Onde afogo minha dor, meu pranto.
Sem ter alguém para dizer, te amo.
E dividir este amor, que existe em mim!
******************************************
Que meus amigos me perdoem por uns dias
pois estarei afastado, por motivo de saúde.
minha filha estará postando por mim
enquanto me recupero
mas antes do Natal
estarei de volta
se Deus quiser:

Abraços!



Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 11/12/2005
Código do texto: T84199
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 69 anos
2314 textos (147484 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 12:42)
Volnei Rijo Braga