Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

***DESABAFO***

***DESABAFO***





 

Meu amigo tão sincero

Como posso lhe agradecer,

Toda vez que eu te procuro

Você vem me receber.

 

Sempre com muito carinho

Com palavras de amor,

Demonstrando sentimentos

Que o mundo não apagou.

 

Meu amigo estou sofrendo

Com uma dor que vem e vai,

E um sentimento tão sofrido

Tirando a minha paz.

 

Ate dormindo estou chorando

Relembrando o meu amor

Que partiu e foi pra longe

E tanto me magoou.

 

Deixou minha alma em pedaço

Em outros braços foi cair

Preciso juntar os cacos

E o meu mundo reconstruir.

 

Meu amigo estou sofrendo

Com uma dor que vem e vai

E um sentimento tão sofrido

Tirando a minha paz

 

 

Meu amigo estou sofrendo

Com esta bandida saudade

Que vem apertando o meu peito

Tirando o meu direito

De ter felicidade.

 

Agora eu sinto no peito

Aquela dor,esta saudade

Que vem devagarzinho

Retalhando em fatias

Meu pobre coração.

 

Autora Nadir Vilela

(direitos autorais reservados)

Em 08-010-2005 Brasil-Itatiaia-Penedo
 
 
 
Nadir Vilela Poetisa
Enviado por Nadir Vilela Poetisa em 11/12/2005
Código do texto: T84211

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nadir Vilela Poetisa
Itatiaia - Rio de Janeiro - Brasil, 52 anos
572 textos (84745 leituras)
63 áudios (23024 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 10:11)
Nadir Vilela Poetisa