Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

***Passarinho triste***

***Passarinho triste***

 

 

 

Como e triste o passarinho,

Pelos campos não se vê mais nada

Não tem onde pousar de noite ou demadrugada

O seu canto e tão triste,

A sua agonia e profunda,

Por que antes ele voava

Pelas matas verdejantes

Pulava de galho e galho,

A sua alegria era imensa,

Pois diante de tanta beleza,

Em seu bico surgiam novas canções,

Poesias feita com muito amor.

Mais com o passar dos tempos, dos anos...

Os filhos de lavradores cansaram com a beleza natural do campo e,

Foram para a cidade grande, e saíram a procurar outros meios de se viver.

Estudaram e se formaram.

E tornaram-se populares e sua insensatez se foi ao longe.

Por que nas terras que eles mesmos foram criados eles a destruíram.

Terraplenagem, prédios de grandes...Em forma de destruição.

 

E o passarinho onde ele vai pousar?

E o seu ninho onde vai construir?

E seus filhotes? Se um dia chegarem...

Como irão se alimentar.

Como e triste o passarinho

Hoje vive sem lugar...

 

 

 

Autora Nadir Vilela
(direitos autorais reservados )
Em 20-01-1987 Brasil-Itatiaia-Penedo

 

 

 

 

Nadir Vilela Poetisa
Enviado por Nadir Vilela Poetisa em 11/12/2005
Código do texto: T84385

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nadir Vilela Poetisa
Itatiaia - Rio de Janeiro - Brasil, 52 anos
572 textos (84745 leituras)
63 áudios (23024 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 20:07)
Nadir Vilela Poetisa