Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desejo de um ser morto

Já sentiu um frio intenso a ponto de se sentir congelado?
E ainda assim desejou que fizesse mais frio?
Já sentiu fome e ainda assim desejou ficar sem comer?
Já sentiu dor e ter a vontade de mecher no machucado para sentir mais dor?
Já desejou rasgar um machucado só para ver até onde é possível suportar a dor?

Tenho todos esses desejos!
( e outros piores! )
Sinto uma grande solidão dentro de mim!
E desejo me afastar mais das pessoas, para ficar mais só!
Desejo que se rasgue a minha carne e que fique exposta as tripas!
Desejo viver, para carregar, pela eternidade, a minha dor!

Desejo dar um grito tão forte e tão agudo que destrua meus próprios ouvidos!
Desejo sentir o frio na espinha causado por todos medos existentes!
Desejo abrir meu peito com minhas próprias mãos...
Pegar o coração e apertá-lo até que seja destruído!

Bem vindo aos meus profundos sentimentos!
Fogo e Gelo!
Congelando por dentro, com a alma paralisada...
Queimando por fora, com o corpo sendo consumido pelo fogo...

Espere pelo amanhã...
Talvez haja esperança...
Talvez seja diferente...
Sorria! Engane sua própria alma!
( as vezes é bom se enganar )
Acredite no amanhã...
Ele será melhor...
( ou talvez ele seja pior! )

Pegue minha mão e me puxe para o abismo eterno!
Me jogue para as profundesas da dor!
Não vou sorrir pelo amanhã!
Eu não acredito em ninguém!
( nem em mim mesmo! )
LameDuck
Enviado por LameDuck em 12/12/2005
Código do texto: T84834
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
LameDuck
Rio Claro - São Paulo - Brasil
124 textos (4852 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 06:43)