Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PLANOS ADIADOS

SEI QUE VOCÊ
NADA ENTENDEU DESSE ADEUS.
VÍ EM TEUS OLHOS A DECEPÇÃO
E EM SEU ESPÍRITO DÚVIDAS ASSOMADAS,
VOCÊ NÃO ENTENDEU NADA.
MAS TAVA NA HORA
DE DEIXÁ-LO IR MEBORA,
AINDA QUE VOCÊ NÃO QUISESSE...
É HORA DE COLOCAR OS SONHOS
EM OUTROS PLANOS EM OUTRAS PRECES.
SUA MENINICE PRECISA CRESCER
É HORA DE CUIDAR DE VOCÊ.
A VIDA É ASSIM MESMO,
ALGUMAS VEZES É PRECISO PARTIR
PRA ENCONTRAR O COMEÇO...
AS VEZES É NECESSÁRIO CHORAR
PRA SORRIR NOVAMENTE,
AS VEZES É PRECISO CULTIVAR
OUTRAS SEMENTES DO AMANHÃ.
SEU AMOR GUARDO COMIGO
EMBALADO EM CARINHO E SAUDADES...
E ESPERO QUE UM DIA REGRESSES
CABEÇA ERGUIDA, VIDA DEFINIDA
E MUITA FELICIDADE.
VOCÊ É MEU ANJO AMIGO,
QUE DE PRONTIDÃO FICOU
ME AJUDANDO A CURAR AS FERIDAS
E AH, COMO AJUDOU...
E EU JÁ DE PÉ AGORA,
DEVO TENTAR SOZINHA
CONSTRUÍR NOVAS CONQUISTAS
UMA UMA TODO DIA...
PRA TE ENCONTRAR NO FUTURO
DE VIDA RECONSTRUÍDA,
COM BELAS HISTÓRIAS A CONTAR
E ALMA CHEIA...
SEM MAIS FERIDAS.
OBRIGADA POR TUDO
E VOCÊ SABE DO QUE FALO.
AGORA VOA QUERIDO
PELO CÉU DO RENASCER
E NÃO SE ESQUEÇA UM MINUTO
QUE AMO MUITO VOCÊ.
Laura Duque
Enviado por Laura Duque em 12/12/2005
Reeditado em 11/04/2011
Código do texto: T85042
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Laura Duque
Cabo Frio - Rio de Janeiro - Brasil, 48 anos
294 textos (23183 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 04:26)
Laura Duque