Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUANTO EU DEVO AO MUNDO



Dizer-me insatisfeita é fácil
Assim como cruzar os braços
E reclamar da vida
O mundo pede ação

Devo a ele mais do dei até hoje
Se eu respiro um ar impuro
É porque de alguma maneira
Ajudei a poluir

Quanto lixo, eu atirei nas calçadas
Quantas árvores eu cortei
E não plantei outras no lugar

Falar é fácil
Dizer que o mundo me deve algo também
A força vem do exemplo

Descruze os braços
Vá á luta
Deixe de fazer-se de vítima do destino
Dê ao mundo a tua contribuição!
Participe da vida!





 




Denise Severgnini
Enviado por Denise Severgnini em 29/03/2005
Código do texto: T8523

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Denise de Souza Severgnini http://www.denisesevergnini.recantodasletras.com.br) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Denise Severgnini
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil, 57 anos
11345 textos (916682 leituras)
16 áudios (8882 audições)
311 e-livros (34109 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 12:47)
Denise Severgnini