Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

***É você mesmo...***

***MENINO DE RUA***

 
 
Estou triste e sozinho neste mundo imenso,
Não tenho casa nem família...
Não tenho amigos,
Não tenho ninguém.
Minha família me desprezou e na rua me jogou,
E nem sequer pensou na minha dor.
Hoje eu vivo só...
É, hoje estou só lamentando com a solidão,
E fico a contar as estrelas e me ponho a chorar com muita emoção.
Não tenho com quem dividir tudo que sinto dentro do meu coração e, divido somente com elas.
As ruas são minhas amigas e o meu labirinto também.
O banquinho da praça e o meu leito e a ponte meu descanso.
Hoje estou aqui, e amanhã sei lá onde estarei...
As estrelas e quem me guiam para onde devo ir,
Eu vivo só e vivo infeliz, por que as pessoas passam por mim e sentem medo, procuram sempre afastar mais e mais...
E pensam ele e um Pivete, é um ladrão.
Moleque de rua, sujo pés no chão.
E não entendem que estou aqui porque ninguém me deu uma chance...


Eu sou uma criança,
E não pedir para nascer
Mais eu estou aqui,
E quero uma chance para vencer.


Neste abandono,menino,
Toda ternura lhe cabe:
Você é DEUS pequenino!
Pena que o mundo não sabe!...
 

Pobre criança esquecida,
Faz de teu planto uma prece,
Se, no abandono da vida,
Somente DEUS não te esquece.

 
http://www.cantinhojulia.com/meninoderua.htm


Autora Nadir Vilela
(direitos autorais reservados a autora)
Em 12-09-1986 Brasil-Itatiaia-Penedo

 

Nadir Vilela Poetisa
Enviado por Nadir Vilela Poetisa em 13/12/2005
Código do texto: T85357

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nadir Vilela Poetisa
Itatiaia - Rio de Janeiro - Brasil, 52 anos
572 textos (84738 leituras)
63 áudios (23024 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 12:08)
Nadir Vilela Poetisa