Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Para não perder a ladeira...

Para não perder a ladeira
Visto que desta água nada beberás
Vale bem lembrar tantas foganças
Que denotam de tais eventos
Feitos figuras de Blake
Surdinam a miúde na lambança
Charfudam feitos esguios varridos
A ceifar da certeza qualquer esperança
Quiçá ver além da linha
Tantas tratativas de nada valia
Figuradas embasbacadas na fita
Alhures para chegar a dinherança
Oh! clínico na vesta fulgidia
Deparamos apáticos mais uma dança
Faz da cadeira o sopé da vida
E sai ao mundo feito criança
Não, não ficarei aqui a reclamar
Dante tanta impoderação
Folguedos não faltará adiante
Quando traves justas cair às mãos
Hora virá fico a advertir
Na melhor hora do Sol
O ocaso em brilho pouco demora
Donde poderemos só sorrir.

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 29/03/2005
Código do texto: T8541
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120251 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 14:52)
Peixão