Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

pensamos em todas as loucuras...

De toda a instiga, de todo olhar, de todo toque, outro beijo, e o prazer que fica para amanhã.

pensamos em todas as loucuras
que se possa ter feito
sempre iremos além, muito adiante
pensamos naquilo que deixamos
para trás de alguma cortina
pensamos em pensar melhor em tudo
repensamos e saboreamos cada pensamento
que passamos ao longo de todo esse tempo
e se algo ainda fica para se pensar
é o dia seguinte , no que fazer primeiro
na espera da chegada mais cedo
no aconchego do abraço e do beijo
no calor que o corpo rescende
em cada toque e olhar cúmplice
e de tantas palavras que nem precisam ser ditas
e é isso que tanto pega, justo
essa quase insanidade de querer esar próximo
de sentir prazer pelo prazer que serve
de olhar de lado na imagem querida
compartilhar cada espaço e momento
como se nem percebesse o tempo passar tão largo
de saber até o som dos passos que chega
de afundar na cama em mil desejos
de beijar a toda hora e lugar
de chamar para mais um abraço
de sentir o calor dos seios subir no rosto
de sentir o calor inflando as veias
certo perder o folego por mais uma gozada
de mesmo torto, seguir adiante na estrada
de sempre voltar para ver se está tudo bem
de se preocupar com a demora
pensamos em tantas loucuras ao mesmo tempo
brindamos por qualquer motivo
pois tudo é motivo para ser feliz
cuidados e carinhos não vão faltar
para prosseguir no dia seguinte
um boca, um beijo, outro suspiro
o prazer de gozar é tão gostoso
tanto calor pelo simples toque
no toque do amor de todo dia
pequenos gestos, um afago na cabeça
quando se sai ou quando se chega
outros beijos carinhados de amor
a mão que procura novos gozos
tateando tantos desejos, tantos gozos
outras estórias para se contar de ontem
novos capítulos para o amanhã, ou depois
a saudade quando ainda se vai partir
o brilho nos olhos quando se vai partir
tão intensos como uma boa trepada
tão generosos a espera...amor.

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 29/03/2005
Código do texto: T8571
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120255 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 20:44)
Peixão