Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Certas pedras vão...

Certas pedras vão ficando por aí
Certas pedras, como pedras que aparecem
De onde nem se pode imaginar
Imaginando pedras por aí,
De olhar esgelho no vidro
Solto em beira de estrada,
Estrada de pedra que vai por aí
Solto, que prende a sua atenção
Na falta que faz a atenção
Feito pedra, solta por aí
Pedra de pedreira maciça
Sem brilho de novo, sem brilho
Como os olhos que não me quer
E se quer, não é para esse momento
E por aí, ficam feito pedras
Sobrepondo o caminho
As pedras que falam,
Uma linguagem sem medo
Selvagem como eu, apenas eu sei ser
Pedra no sapato de novo
Se pouco falo, pouco tenho a dizer
Sem pedra, mas de coração
Tudo aquilo que me falta
Do olhar desconfiado
Da pouca fala que me fala
E nada quer me falar, apenas pedra
Por tudo que me provoca, sorte
Por me querer por perto e longe ao mesmo tempo
Por me querer distante, mas ao alcance da vista
Pedra que me nega e me deixa de lado
Como se pedra fosse, para ficar bem aí
Olhar de vidro, cascalho que em volta do jardim
Na beira do mar, beirando a vida, o mar sem perdas
No outro universo, suspiro de saudade na tarde de tantos ontens...
O cheiro que nem pedra é, mas cheira bem
Por tantos caminhos que nem mil pedras impediu
E hoje tem medo da perda
Cala mais cedo, foge mais rápido
Cai mais depressa sem ter abismo
Visto a cara que tenho, seja qual for a pedra
Perto que vai o caminho de ontem
Tudo é mais importante, o caminho de ontem
Tudo é mais pertinente, o caminho de ontem
Pedra sobre a perfeita condição
Como se ontem fosse apenas uma passagem
No caminho do amanhã
Outra pedra, outra luz, outra visão
E o coração aqui ainda bate
Mesmo que você só veja uma pedra.

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 29/03/2005
Código do texto: T8578
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120253 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 15:57)
Peixão