Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ENCANTO

Eu quero ser o poeta dos encantos,
Que encantos há por toda parte.
Há beleza no amor, na dor e arte
E há dor, amor e arte até no pranto.

Há no pranto o encanto da beleza
Quando a tristeza resultar de grande dor.
E não há dor maior que a da tristeza
Nascida nas chamas de um grande amor.

Hão de dizer-me que, pasmos, sou um triste,
Que encanto na tristeza não existe,
E nem existem essas dores em meus cantos.

E eu direi que os prantos tristes que derramo
São tão belos quanto a Tristeza  que eu amo
E mais cantá-los não poderei, em meu encanto.
mreno
Enviado por mreno em 29/03/2005
Código do texto: T8594
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
mreno
Itajubá - Minas Gerais - Brasil
37 textos (1814 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 16:15)