Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poeta andarilho

E O GRANDE AMOR?
AQUELE QUE QUEIMA QUANDO SE APROXIMA
DA PELE SECA OU SUADA
DO ROSTO FINO OU REDONDO
DA BOCA NEGRA OU ROSADA
DOS PÉS PQUENOS E LISINHOS
O GRANDE AMOR NÃO ACOMPANHA MAIS
O ROSTO TRISTE E AMARELADO
AS MÃOS PQUENAS E OS PÉS CANSADOS
DO ANDARILHO APAIXONADO
PELA  ALMA DE MULHER
QUE SE ESPALHAM PELAS RUAS
COM SUA SERENIDADE E BELEZA
COM SEUS SORRISOS E CARETAS
COM SEUS ANDARES REBOLADOS
E SUAS RIZADAS ESGAÇADAS
O GRANDE AMOR FOGE DO TRILHO
DO ANDARILHO ATRAPALHADO
QUE SENTA AO BAR E CONTENTE FICA
QUANDO NÃO É OBSERVADO
AS MULHERES SÃO SUA VIDA
SÃO SUAS LETRAS DE MUSICA
SÃO AS POESIAS ABSURDAS
QUE ESCONDIDO DERRAMA
EM SUA MAQUINA DE ESCREVER
ELE CONTA SEUS DELIRIIOS
FALA DAS QUE AMA
BRIGA COM AS FALTAM
TODO DIA EM SUA CAMA
ONDE ANDA O GRANDE AMOR?
QUE ELE TANTO RELATA
E QUE TANTO LHE FAZ FALTA.

rdeorristt
Enviado por rdeorristt em 14/12/2005
Código do texto: T86010
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
rdeorristt
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
153 textos (5539 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 04:16)