Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Inventário

Vou fazer meu inventário
De minha propedêutica avariada
Ao cálculo aritmético de tantas perdas
Tudo reunido
No enorme abismo entre os dedos.

Vou fazer meu inventário
Das subtrações dos meus dias
Ao solitário instante deste poema
Tudo escrito
Em branco num rascunho extraviado.

Vou fazer meu inventário
Do alegórico minuto de um Carnaval
Às cinzas de uma eterna quarta-feira
Tudo acabado
Como o avesso de uma novela das oito.

Vou fazer meu inventário
Da equação mal resolvida da minha loucura
Ao labirinto das estradas
Tudo nublado
Meus olhos turvos por tua ausência.
Aldo Guerra
Enviado por Aldo Guerra em 15/12/2005
Código do texto: T86079
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Aldo Guerra
Rio das Ostras - Rio de Janeiro - Brasil, 60 anos
296 textos (26100 leituras)
3 áudios (490 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 08:17)
Aldo Guerra