Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Versos sobreviventes

Dá-me o teu corpo aos meus cuidados,
que eu beberei nas águas tormentosas,
e regarei teus seios como às rosas
que apetecem os galhos já murchados.

Guarda em tua dor o grito desalmado,
que te ecoa nas retinas calejadas
de tanto ver as tuas mãos, dilaceradas,
sagrarem os sofrimentos do passado.

E eu te darei os beijos mutilados,
os que sobreviveram à agonia
dos versos que, ao morrerem na poesia,
vivem, por conta de ti, eternizados!

Herculano Alencar
Enviado por Herculano Alencar em 16/12/2005
Reeditado em 16/12/2005
Código do texto: T86870
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Herculano Alencar
São Paulo - São Paulo - Brasil, 62 anos
1335 textos (57861 leituras)
5 áudios (264 audições)
13 e-livros (3208 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 10:57)
Herculano Alencar

Site do Escritor