Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DAI DE COMER...

Quando era criança eu achava
que comer era a melhor coisa da vida.
E comia até mais não caber...
Quando me deparei com a miséria,
perdi o apetite, dividi minha comida
e achei que a melhor coisa da vida
era dar de comer.
Depois despertei para o amor,
e descobri que, de amor,
tinha também gente faminta.
Resolvi me especializar:
no amor me esmerei
e caprichei na forma de amar.
Amei gente, amei bicho e natureza,
simplesmente amei amar.
Vi que a melhor coisa da vida
era amar e ser amada.
Me entreguei, realizada:
comi e fui comida.
Hoje, ainda insatisfeita,
com a fome universal,
me transformo em sabor
e entrego ao mundo faminto,
dos orgasmos na euforia,
tudo que aprendi do amor
em forma de poesia!
Sal
Enviado por Sal em 17/12/2005
Código do texto: T87032
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sal
Marília - São Paulo - Brasil, 78 anos
507 textos (44782 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 07:49)
Sal