Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESTA NOITE

ESTA NOITE

“Podia escrever os versos mais tristes esta noite”
Pablo Neruda

Poderia escrever toda a minha vida num poema
Tivesse eu talento para descrever a minha vida.
Afinal sou apenas um animal que pensa e sente

Venho adiando esse projecto
Recolher todas as memórias…
Saber contar todas as histórias
Que recolho no meu tecto

O problema é que o tecto pode desabar
Com o peso de tudo o que vivi
E ficaria sem casa para poder habitar

Como tenho a certeza que o passado passou,
O presente, o vento levou no preciso instante que aconteceu
Resta-me apenas tentar ser futuro continuamente

Pode ser até que a vida me reserve uma surpresa
E dentro da beleza que é viver, reviver…
Seria com certeza… renovar as emoções

Quantos corações já fiz bater?

Poderia escrever todos os poemas duma vida
Se a vida fosse apenas poesia
E eu não tivesse também de sobreviver

A noite passada a lua parecia um arco íris
Inventei-lhe todas as cores e matizes
Desci ao fundo de mim,
Lá onde repousam todas as raízes,
Que me fizeram crescer
E renasci

É verdade meu amor
Foi a viva que me fez chegar aqui
Ao tempo em que a distância
Não tem qualquer importância

Poderia escrever os versos mais lindos desta noite
Mas esta noite não me apetece escrever
Só me apetece dizer,
Mesmo sem te conhecer,
Que tu és a vida em mim
E em ti eu vou acontecer

Poderia escrever os versos mais tristes esta noite
Mas esta noite só me apetece viver

Ressoa
05/08/2005


ressoa
Enviado por ressoa em 17/12/2005
Código do texto: T87079
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ressoa
Portugal, 67 anos
72 textos (1881 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 09:12)
ressoa