Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

OLHO GORDO


Um grande amor acontece
quando a espera menos espera.

Vem vago, como a onda no fim da tarde,
e cedo com ânsias de quem aguarda
o calor do sol sob sua colcha de dormir...

Um grande amor aparece
quando a visão fica sem vestes.

Vem noite, come o sono e as lembranças,
e marca as olheiras de quem, insone,
gastou o sonho vagabundo madrugado...

Um grande amor imprevisível
dá mãos quando lhe sobra dedos.

Visível, sem o medo das unhas mal feitas,
retoca o esmalte, diz sim à identidade.
faz leitura e arte no rosto tão procurado...

Um grande amor inexplicável
já nasce maduro sem mais porquês.

Acontece, sem mesmo saber como andará,
sem aviso prévio, enxoval ou berços
tropeçando nas colunas do amor já feito...

Um grande amor é imprescindível
até para os que não vivem de amar para viver.

Que seja afobado, louco, calmo ou desumano,
o grande amor viverá dentro e fora do corpo
despertando a inveja daqueles que não crêem.

Djalma Filho
Enviado por Djalma Filho em 30/03/2005
Código do texto: T8745
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Djalma Filho http://www.recantodasletras.com.br/autor.php?id=686). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Djalma Filho
Salvador - Bahia - Brasil
658 textos (19517 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 19:53)
Djalma Filho