Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SOU ÁRVORE

[“Depois de tantas entregas e mortes
com desassossegados consortes,
ressuscita com o mais puro Amor
e descubra que na sombra de uma velha árvore
muitos ainda procurarão o alento, o prazer e
o carinho de um momento de solidão”
(Do poema “Sal da Terra”, de Fernando Tanajura)]


Meu adubo é teu amor
que me faz crescer
e produz em mim
o fruto, a folha, a flor.
O fruto
que vai saciar tua fome
e te dar nova força.
A flor
que vai te lembrar meu cheiro
no momento da saudade.
A folha
que se multiplicará
e será a sombra
que irás procurar
quando a vida te cansar.
Porque te amo
e porque quero, para sempre,
estar ao teu alcance
e ter a tua companhia,
me alimento de ti
e transformo minha seiva
em ramas de poesia.
Sal
Enviado por Sal em 18/12/2005
Código do texto: T87601
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sal
Marília - São Paulo - Brasil, 78 anos
507 textos (44787 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 16:46)
Sal