Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Algas marinhas...

Algas marinhas
Vertentes de uma poeira
Que encosta no canto da sala
Sala que sai de beijos proibidos
Sobram, além da poeira, o amargo marinho...
Um abismo que verte em forma de canto
Sonhos & ervas
Uma estrada desse lado do Sol
Luz que se apaga para encobrir outros beijos
Como aquilo que sai da boca mais amada
Mesmo sem querer, fere,
Sobram, além de sonhos, outras ervas daninhas,
Noturnos & matinais
Algo no horizonte, anoitece,
O canto não tem mais gozos, parcos beijos,
A porta mais que divide o espaço
Mascara a boca, cala o amanhã,
Sobram, além do Jardim, outro verão em verso & dor,
Causas naturais
O mar distante emana seus apelos
Na poeira de nova estrela, que cadente,
Afaga solidão & afins com outros blues,
Esse canto noturno e marinho
Sobram, além de desejos, o olhar distante.

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 30/03/2005
Reeditado em 27/09/2006
Código do texto: T8781
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120254 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 05:08)
Peixão