Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Loucuras Poéticas

Loucuras Poéticas

Eda Carneiro da Rocha

Ah! Loucuras Poéticas,
impregnadas em minh'alma,
que me levam ao píncaro do Amor!

Sem medo, descortino minha estrada,
afago meus sonhos impossíveis,
para que nunca me deixes!
Como quero ser amada!
Selar meus lábios no descortinar do dia,
fazer do teu peito meu travesseiro,
não te deixar jamais partir!..

Sou uma andorinha que voa em busca do teu amor,
de telhado em telhado,
de beiral em beiral, trêmula, com frio e fome.
Espero-te , no peitoril de tua janela
e espero o amanhecer só para te ver!

Não quero mordaças, nem ledos enganos!
Quero ser a tua amada,
sem medo dos negativos da vida
quando meu retrato revelar.

Quero uma imagem bem colorida,
de tapetes verdes,
de flores e beija-flores,
borboletas e amores
e contigo me enternecer!

Eda Carneiro da Rocha
" Poeta Amor"
Poeta Amor
Enviado por Poeta Amor em 31/03/2005
Código do texto: T8838

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Poeta Amor
Araruama - Rio de Janeiro - Brasil, 81 anos
398 textos (14770 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 04:47)
Poeta Amor