Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Minha beleza

Onde estão os espelhos que me dizem o que quero e o que sou?

Onde estão a normas...
As diretrizes...
A cor?

Nada...

Só me resta ser de um povo que não é o que todos querem ser..

Só me resta ser morcego e voar pra longe...

Só me resta deitar no chão , esperando o último cometa cometer meu suicídio...

Só me resta respirar...
Lentamente...
Abrir o gás...
Respirar...
Olhas dentro das minhas pálpebras o que resta dos meus dias...
Respirar...
Apertar os nódulos cancerígenos na minha boca e sorrir sangue para meus desafetos...
Respirar...
Olhar no espelho...
E morrer da minha escolha e condenação:
Esta é minha beleza filosófica...
Valdson Tolentino Filho
Enviado por Valdson Tolentino Filho em 19/12/2005
Código do texto: T88409
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Valdson Tolentino Filho
Cristalina - Goiás - Brasil, 35 anos
89 textos (3930 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 12:29)
Valdson Tolentino Filho