Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desconhecido

Não sei quem tu és nem de onde vens,
sei que o teu olhar penetrou no meu coração,
teu sorriso fez brilhar os meus olhos e eu ….
… voltei a sentir novamente viva, mulher, criança,
sentir o que eu já tinha esquecido com o passar dos anos.

Quero não pensar em ti mas não consigo,
tua imagem em minha mente é constante,
tuas palavras, teu olhar, teu sorriso
deixaram dentro de mim algo que não entendo,
só sei que faz-me sentir bem, sentir viva.

Recordo o último dia em que te vi
e sinto vontade de deitar-me em teu colo
acariciar teu corpo, beijar tua boca,
sentir o perfume das tuas palavras,
o doce do teu olhar e deixar-me levar
pelo encanto do despertar, pela magia de sonhar.
Débora de Andrade
Enviado por Débora de Andrade em 19/12/2005
Código do texto: T88487

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Débora de Andrade
Portugal
58 textos (3727 leituras)
10 e-livros (199 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 10:03)