Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O DRAMA DO SAPO

Em um lindo entardecer,
um sapo se alimentava
de todo e qualquer inseto
que em seu caminho passava.

De repente viu um grande.
Pensou em farto banquete
e abocanhou o gigante,
o engolindo num instante.

Com a presa em seu estômago,
o sapo se contorcia,
revirava e dava saltos,
pois fortes dores sofria.

Por dentro o bicho o espetava
e o sapo mal-humorado
expeliu o tal inseto
bem por onde havia entrado.

Numa pedra foi secar-se
ao se ver livre o inseto.
O sapo correu pra cova
e ali ficou bem quieto.
________

Algo idêntico acontece,
ao que abriga em sua mente
pensamentos diferentes
do que pensa e do que sente.


Marco Aurélio Bicalho de Abreu Chagas
Enviado por Marco Aurélio Bicalho de Abreu Chagas em 17/11/2004
Código do texto: T89
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marco Aurélio Bicalho de Abreu Chagas
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
39 textos (21725 leituras)
13 e-livros (3298 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 04:27)
Marco Aurélio Bicalho de Abreu Chagas