Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MISCIMORENA

Que dos negros olhos,
ou vermelhos, como as tardes ensolaradas.
Por onde venço o tempo,
para refluir-te no agarrar:
da tua sanha moura tardia,
ameríndia,.. negro-cabocla!

Morena dos negros olhos
vermelhos de tanto chorar,
suplicar;
de tanto amar!

Cai sobre o espectro
dum virgem pássaro,
cuja penugem de tão neve-branca: pálido!
Estampado em teu vestido fluorescente.
Ata-me no teu deflorar moçarábico.



RODRIGO PINTO
Enviado por RODRIGO PINTO em 21/12/2005
Reeditado em 27/08/2006
Código do texto: T89143
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
RODRIGO PINTO
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 99 anos
318 textos (19258 leituras)
2 e-livros (909 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/04/17 04:37)
RODRIGO PINTO