Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A PERDA E A CONQUISTA

Que eu o quero eu não sofismo
E para conquistá-lo farei uma aposta,
Porém, não darei a certa resposta.
Responderei sempre com cinismo,

Que não há nenhum silogismo
Entre a perda e a conquista.
Mas, quando se perde o amor de vista,
A mulher é, somente, um algarismo,

Na soma dos amores preteridos,
No harém do orgulho masculino.
Porém, o que seria do ego feminino,
Se não fossem esses homens queridos?

07/08/04.

Maria Hilda de Jesus Alão
Enviado por Maria Hilda de Jesus Alão em 31/03/2005
Código do texto: T8942

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Hilda de Jesus Alão
Santos - São Paulo - Brasil
848 textos (343295 leituras)
19 áudios (10580 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 23:24)
Maria Hilda de Jesus Alão