Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Verso Solto

Verso solto

Sou o verso sem rima
De um poema que anima
A fé de um ser.

Travado, revoltado, rodopiando,
Buscando um lugar no astral,
Além do espaço sideral.

Sou a palabra travada,
Em minha boca selada
Com a língua cansada.

De tanto bater, girando
No giro, procurando
A força da expressão gramatical.

Sou o poeta mergulhando
No oceano da poesia
Apenas imaginando

Sou pouco de poeira
Encapsulada jogada na areia
Para ser estudada, rotulada,

Mais tarde, hoje, agora
O tempo não tem hora
O momento jaz foi embora

Sou um pouco do concreto
Que te abriga, ó sem teto
Sou o equilíbrio reto

A forma das idéias
A rima das palavras
No balançar do verso

Que o poeta morto
Desvela com seu adeus
No seu último momento, foge Prometeu!!!
Aradia Rhianon
Enviado por Aradia Rhianon em 22/12/2005
Código do texto: T89447

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Aradia Rhianon
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1208 textos (87733 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 11:22)