Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Solidão

Solidão
maria da graça almeida

 
Se pungente e profunda

foi a ausência de abraços,

mais a tez moribunda

terá sulcos nos traços.

Se na trilha atrás,

faltar sombra ao chão,

é porque tanto mais

fez-se tênue a paixão.

Se proposto o caminho,

em uníssono passo,

nascerão mais espinhos,

por haver mais espaço.

Se o verso sem rima

trouxer flores sem vida,

tanto mais pequenina

será a dor da partida.

 
maria da graça almeida
Enviado por maria da graça almeida em 01/04/2005
Reeditado em 05/04/2005
Código do texto: T8950
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
maria da graça almeida
São Paulo - São Paulo - Brasil
248 textos (14804 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 06:44)
maria da graça almeida