Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"AQUELA MOÇA"

Aquela jovem tão meiga
faceira e tão bela,
mas quem será ela?
Não sei, não conheço...
diz seco o meu pai.

Chega ela sorrateira
me beija, e me cheira,
me pega na mão;
Hora! Penso comigo
presente ou castigo?

De blusa vermelha
porém, bem vestida,
presente da vida
mas que me assusta!
Assusta um qualquer!

Mas esta mulher
mocinha, ou bandida?
Que causa ferida
num jovem inocente,
alguém bem carente...
que quase um donzelo.

Porém já se vai...
e com um gesto me chama,
és atrevida, ou insana?
Eu fico incerto...
e consulto ao meu pai.
Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 23/12/2005
Código do texto: T89690
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Antonio Hugo
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 59 anos
3870 textos (257197 leituras)
185 áudios (36330 audições)
9 e-livros (7402 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 17:22)
Antonio Hugo

Site do Escritor