Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"UM ETERNO AMOR"

Um barquinho que deslisa
no planíssimo oceano,
com sua braquíssimas velas
com as bordas amarelas,
e as lembranças que o leva
do decorrer dos anos.

Anos que aqui passei
com afinco remei
com ardor a beijei,
no banquinho do barco
no convés, ou qualquer...
alguém que aqui tanto amei.

Que tantas luas eu vi si por
que tantas luas eu vi nascer,
abraçado com você...
Ah! Quanta saudade me vem!
Quanto desejo também!
Quanto delírio e prazer...

Suas mãos pequeninas
que me transmitiu carinho,
sua boca pequena
me deixou sem respirar,
sua voz tão macia...
dizendo que era só minha,
seu semblante preocupado;
Que quase me fez chorar!
Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 26/12/2005
Código do texto: T90632
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Antonio Hugo
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 59 anos
3870 textos (257183 leituras)
185 áudios (36330 audições)
9 e-livros (7402 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 18:21)
Antonio Hugo

Site do Escritor