Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Reflexões Noturnas

Bebi a Lua em brinde às estrelas
que uma a uma deslizavam no céu
E a cada nuvem que estática gemia
traguei a noite vagando ao léu

O meu sorriso que irradiava o branco
do âmago da noite eternizado
não chegou aos olhos que tristes choravam
o céu sem brilho, atro, desmistificado

A mente enluarada, entorpecida, branca
não soube cantar odes enamoradas
nem um rabisco, nem um acorde, nada

E o céu sombrio, respingando lágrimas,
levou de volta a Lua à sua morada...
Varei, sozinha, a fria madrugada
Dora Leal
Enviado por Dora Leal em 24/12/2004
Reeditado em 15/01/2005
Código do texto: T907

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Dôra Leal). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dora Leal
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
501 textos (25318 leituras)
1 e-livros (38 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 30/09/16 18:59)
Dora Leal