Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MEU RECANTO: (Amor a natureza)



Meu recanto:

Meu recanto de paz, minha praia, minha mata.
Onde na existe solidão, pois tenho passarinhos.
A cantarem no amanhecer, só para me acordar.
Com seu cantar afinado, me inspira, e desperta.

Minha alma, que ainda repousa, na imaginação.
Dos sonhos, por onde ela viaja, enquanto durmo.
Nas asas de Anjos voa, em direção desconhecida.
Buscando fluidos do bem, para minha inspiração.

De repente o bem-te-vi, no alto da paineira grita.
Desperto de vez, para ouvir a batida do pica-pau.
No alto de um velho carvalho, cavando seu ninho.

O canto dos passarinhos o grito da velha gaivota.
Que voa só, pela praia, em busca dos pescadores.
Faz-me, escrever este poema, com amor e carinho.







Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 27/12/2005
Código do texto: T90789
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 69 anos
2314 textos (147484 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 08:26)
Volnei Rijo Braga