Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Transfusão

Quero me livrar deste amor antigo,
tão antigo que nem sei se existiu
Seria o primeiro ou quem sabe o último?
Amor que nem uma página preencheu...

Desejo que ele se vá com as ondas
do mar raivoso, ao encontro das muralhas.
Não me trouxe plenitude, muito menos sossego,
nem tampouco vitórias nas minhas batalhas.

É tão antigo que amarelou meu sangue
esvaindo o viço de um tempo esplendoroso.
Amor bandido, solitário, exangue
no grito mudo do meu olhar aquoso.

É preciso me livrar para que o novo chegue
e me abarque inteira sem nenhuma apreensão
Torne-me cúmplice, amante, companheira
e remoce o sangue no meu coração.
Dora Leal
Enviado por Dora Leal em 27/12/2005
Código do texto: T91097

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Dôra Leal). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dora Leal
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
501 textos (25395 leituras)
1 e-livros (38 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 20:31)
Dora Leal