Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Centro-Oeste

O céu emaranhado de nuvens escuras avisa
A madrugada vem, a tempestade cai
Vem sorrateira, contínua e alisa
As montanhas verdejantes transforma

Uma paisagem exuberante e natural
Entre Paraguai e afluentes
Os rios nascem, as cachoeiras, lagos
Percorrem traçados permanentes

Os primeiros visitantes surgem
Com seus parques e inúmeras reservas
Araguaia, Xavante e Xingu
Belezas indígenas da América do Sul

As bandeiras aparecem no ar
Ouro, diamantes, garimpos...
A riqueza da Região salutar
Formam vilas, estradas e lugarejos

Mineiros e paulistas criam gado
São fazendeiros e defensores
Organizam fortes militares
Defendem o Brasil dos invasores

Brasil, Brasília
Sede do governo brasileiro
O desenvolvimento da Centro-Oeste
Começou com Juscelino mineiro

Ao norte e oeste a floresta Amazônica
Campos limpos, campos de vacaria
Boiadeiros, peões e garimpeiros
Retiram ferro, manganês, cristal de rocha todo o dia

Os pardos fazem da Região
A importância da economia
Sendo a pecuária de corte
Uma prática que vira esporte

Os rios que por lá percorrem
Trazem a imensidão da natureza
Com suas águas cristalinas
De morada de tantos peixes
Jacarés, cobras e sucuris

Meu Deus! Quanta beleza!

Pantanal...
Os rios choram, suas perdas, as matanças
As bolsas e os sapatos se desfazem com o tempo

Onde estão as mil espécies de
Borboletas multicores
As onças pintadas, arara azul,
passarinhos e beija-flores

Ah! Tuiuiú! Ave símbolo do pantanal
Seu canto mais parece
Um lamento comovente
De quem está descontente

A flora pantaneira abriga
Árvores gigantescas nos capões do mato
O angico, o ipê e a aroeira são de fato
Estonteantes e vibrantes

As palmeiras, figueiras e orquídeas
E outras amarelinhas colorem
A vida de quem por lá passa
fadarose
Enviado por fadarose em 21/03/2008
Código do texto: T911177

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
fadarose
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 48 anos
31 textos (5688 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/14 09:19)
fadarose



Rádio Poética