Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
MOTO CONTÍNUO !

a minha tristeza
não apaga a luz do sol,
a minha saudade
não altera
o perfume das flores! 

o meu pranto
não cala o canto dos pássaros,
a minha solidão não é colírio 
para menina dos olhos
d o olho da rua ! 

tenho plena consciência da magnitude 
da minha insignificância,
pois a realidade é uma encruzilhada,
a fantasia é leve feito pluma,
a esperança é uma fuga,
a ilusão, um mal necessário! 

e o poeta é um ser iluminado,
que se finge alienado,
e segue pelas nuvens
chutando lata e estrelas,
alheio ao brilho da lua,
a apesar dos pesares,
independente de tudo,
essa vida continua! 

antonio carlos de paula
poeta e compositor

AC de Paula
Enviado por AC de Paula em 28/12/2005
Reeditado em 01/06/2007
Código do texto: T91359
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
AC de Paula
São Paulo - São Paulo - Brasil
1164 textos (114758 leituras)
226 áudios (20101 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 18:30)
AC de Paula