Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
QUALQUER ANJO !

hoje em dia eu não sou nada
do que havia programado
se peguei o bonde errado
ainda não descobri,
não sei se levei vantagem
se empatei ou se perdi,
meu mundo já está parado
e eu ainda não desci!

sem culpa e sem alarde
dentro de mim ainda arde
um fogo que me devora,
o meu sangue ainda ferve,
que a vida não seja breve,
que o sonho me seja leve,
que o sentimento me enleve,
e qualquer anjo me leve,
quando enfim chegar a hora!

não temo a tal viagem,
na minha estrela eu confio,
no pé que cair eu chuto,
de qualquer jeito me arranjo,
na estrada do infiníto,
não paro no meio fio,
vou de carona, voando,
nas asas de qualquer anjo!

Antonio Carlos de Paula
poeta e compositor
AC de Paula
Enviado por AC de Paula em 28/12/2005
Reeditado em 30/05/2008
Código do texto: T91374
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
AC de Paula
São Paulo - São Paulo - Brasil
1163 textos (114709 leituras)
226 áudios (20100 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 06:34)
AC de Paula