Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Transcritores poetas


Fernando Pessoa, poeta português dizia que o poeta é sempre um grande fingidor, lamento ter ele essa visão, pois na minha, não somos fingidores e sim sonhadores, fingidores são sim os atores que fingem ser quem não são, nós somente deliramos um pouquinho, sentimos um montão, sentimos a fragilidade de nossa alma, delicada, sensível nos levando ao devaneio de pormos no papel: toda a realidade de nossos corações, todo o sentimento que nossa razão pode compreender, toda emoção que podemos transcrever.
Sejamos assim, sempre assim. Transcritores das emoções e das razões, e não fingidores dela.
Sigam, emocionem, vivam, escrevam, se divirtam e façam os leitores refletir sobre a vida e sobre o viver.

                                                                                Pablo M. Rodriguez
Paez
Enviado por Paez em 31/12/2005
Código do texto: T92795
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paez
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 38 anos
133 textos (6348 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 08:18)
Paez