Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Palavras Cegas


                              Trago no olhar a luz universal

Brilha cada gota
dessa lágrima derramada
na face aquecida

Esqueço o perfume dos dias distantes
Alcanço o cheiro de flores amanhecidas
Busco a verdade sem enigmas ou claridade

Perco-me em seus versos
Encontro os meus inquietos
Escrevo de amor e de dor

Sou fera no texto
Sem  conteúdo ou contexto
Digitado nos espaços vazios

Devoro os demônios internos
Remexendo desejos alumiados
Exponho meus mistérios

Recuo na chegada
Pra não encontrar-me com a partida
Sou poeta de encontros eternos

Procuro a estrada escura
Trilhando a luz perdida
Em orvalhos de pétalas amarelas

Assusto as palavras surgidas
Escondo as emoções sentidas
Apago as luzes da ferida

Deixo os sonhos em branco
Recorto palavras cegas
Escrevo estranhos tão íntimos de mim.

Soraia Maria.



SoraiaMaria
Enviado por SoraiaMaria em 02/04/2005
Código do texto: T9306
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
SoraiaMaria
Governador Valadares - Minas Gerais - Brasil
81 textos (350288 leituras)
3 e-livros (488 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 08:50)
SoraiaMaria