Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O SEGREDO DOS DISPERTADORES

Apesar do peso dos anos,
por cima de mim, cansada,
um homem com peso de fardo
amou-me como antigamente: um amo!

Impossível seria dizer-lhe, agora
se no antes, no durante, ou no depois
dediquei-lhe
fidelidade de corpo, fidelidade de pensamento,
mas respeito sua figura austera, quase impenetrável,
enquanto eu, cínica, gozava com os pingos do chuveiro.


Apesar do peso dos anos,
por cima de mim, quase inerte,
um homem com peso de casamento
amou-me como antigamente: qual relógio!

Impossível seria dizer-lhe, agora
se no antes, no durante, ou no depois
resguardei-me
para a entrega da minha alma sem sutiã,
e cobri-me dos seus olhos, quase impublicáveis,
enquanto, com medo, calava o segredo dos despertadores.

Djalma Filho
Enviado por Djalma Filho em 02/04/2005
Reeditado em 22/06/2007
Código do texto: T9379
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Djalma Filho http://www.recantodasletras.com.br/autor.php?id=686). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Djalma Filho
Salvador - Bahia - Brasil
658 textos (19519 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 01:24)
Djalma Filho