Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

BARRIGA DE BALEIA


BARRIGA DE BALEIA
lílian maial


O mar revolto encobre os olhos;
a mente baça pouco ajuda;
as vagas vinham roubar o descanso -
o suspiro entrecortado.

Já não havia esperança,
era sal e espuma;
afogavam-se versos e lembranças
e a vida parecia não mais querer ficar.

Tudo parecia perdido,
não havia luz, nem terra firme,
e foram todos os dias engolidos,
e todas as noites regurgitadas.

Mas há que se olhar além da retina,
há que se tentar driblar as horas,
e as ondas, e os medos, e os deuses,
flutuar na barriga da baleia.

Deixar-se engolir pelos sonhos,
alucinações de criança, fantasias.
Mestre Jonas sabia de trevas
e de bonecos e baleias.

Dentro da baleia vive um homem e seu sonho.
Dentro do homem, tantas baleias e mares,
quantas idas e vindas, e vidas e voltas.
Mergulhar é preciso...


************



Lílian Maial
Enviado por Lílian Maial em 04/01/2006
Código do texto: T94312

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site "www.lilianmaial.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Lílian Maial
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1158 textos (248690 leituras)
21 áudios (13707 audições)
3 e-livros (1280 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 06:26)
Lílian Maial

Site do Escritor