Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Juntos

Porque não falas comigo?
Porque não me contas o que te dóí na alma?
Sou tua companheira, tua cúmplice, tua amada e amante.
Já vivemos tantas coisas juntos, sabes tanto de mim, eu julguei saber tudo de ti.
Pensas que não te vejo triste, com um nó na garganta?
Pensas que já não te ouvi chorar escondido?
Sei que me amas e que és somente meu, disso não tenho dúvida, tu também sabes que sou somente tua, de nosso amor tenho convicção.
O que te atormenta?
De que tens medo?
Também estou sofrendo calada,
Sofro por te sentir sofrer sem nada poder fazer.
Conta-me o que te corroí, divide comigo o fardo que carregas, te ajudarei a carrega-lo.
Não te esqueças que sou aquela a quem chamas de meu amor, de minha vida de razão do teu viver.
Juramos amor eterno, temos um pacto de vida, estarei sempre contigo.
Conta-me, não tenhas medo, confia em nosso amor nada é maior que ele, juntos somos força por toda a eternidade.


Beijos "ÐäMå Ðë ÑëG®ö"


***
Dama De Negro
Enviado por Dama De Negro em 04/01/2006
Reeditado em 20/02/2006
Código do texto: T94420

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dama De Negro
São Paulo - São Paulo - Brasil
1890 textos (146153 leituras)
2 e-livros (329 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 22:44)
Dama De Negro