Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Prisioneira das Palavras

Oi...
        Como você está?
        Eu...Estou aqui ainda...
        Não consigo dizer o que você quer ouvir,
        Tenho esse meu jeito diferente de ver as coisas
        E também de sentí-las...
        Mas eu as sinto, bem aqui dentro...
        E elas ecoam como sons em paredões de pedra...
        Olha...
        Estou ainda aqui...
        Mas não me pede o que AGORA não posso dar...
        Pois aqui em mim mora um sol e uma lua...
        Um queima, ou outro atenua...
        Queima como a paixão, atenua como o amor,
        Sou apenas uma vassala...
        Uma reles escrava,
        Mas nesse instante,
        Quem me aprisiona,
        São as palavras que não consigo ainda te falar...
        Então espera...
        Tenha calma...
        No momento certo, elas se soltarão.
Priscilia Nascimento
Enviado por Priscilia Nascimento em 03/04/2005
Código do texto: T9446
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Priscilia Nascimento
Recife - Pernambuco - Brasil, 35 anos
222 textos (24433 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 02:16)
Priscilia Nascimento