Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DÚVIDA - Regina Lyra

Eu queria que você abrisse as portas
Me esperasse nas esquinas
Se lembrasse das meninas
E despertasse o sonho da infância.

Eu queria que você me esperasse
Nas falésias da praia
Nas caminhadas na areia
Nos passeios das calçadas
Nos bares da cidade
Na sessão das duas e meia.

Eu queria que o amor
Não fosse passageiro
Deixando tudo ligeiro
Sem sabor do doce
Do salgado
Do amor apimentado
Da dúvida
Do bem querer
Da saudade
E do encontro derradeiro...

Eu queria que o amor
Não fosse cobrança
Nem pedidos de mendigos
De sentimentos esquecidos
De luta vã.
Por isso fiquei olhando
Fazendo de conta
Que era tonta
Desejando compor uma sinfonia
Mesmo que não estivesse em sintonia
Com os acordes musicais.

Por isso quis escrever
Um verso apaixonado
Mesmo sem endereço certo
Mesmo que você não existisse
Que povoasse apenas a fantasia
Dos sonhos
Dos enganos
Das expressões verbais,
Dos versos
Dos contos
E das canções musicais.

Talvez eu pudesse dizer
Que o calor toca as notas dos sentidos
Fazendo vibrar as cordas do violão
Do violino
E do coração.

Por isso eu quis lhe dizer
Abra as portas
Descerre as janelas
Levante as cortinas
Faça tudo que quiser
Mas não esqueça de lembrar de mim...

(Publicado no livro Sonhos & Fantasias, 2000).
Regina Lyra
Enviado por Regina Lyra em 04/01/2006
Código do texto: T94511
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Regina Lyra
João Pessoa - Paraíba - Brasil
418 textos (13678 leituras)
1 e-livros (85 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 02:52)
Regina Lyra