Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Diga-me a Verdade!

Troco palavras por sentimentos, busco no choro o lamento
Fala em mim um coração cativo, doado a um ser valente
Calam-se morros, montanhas, e ventos
Abrem-se portas, de pura couraça

Jogam guerrilhas de sentimentos,
Falam os surdos, os mudos e as espadas
Lutam com forças de um desbravador
Atenue mestre de luta e senhor

Jogam-lhe raios dos céus dos Deuses
Como fúria voraz de um predador
Alojam-se criaturas gritantes
Por mares ainda não navegados

Sou Rei uni potente da gloria
Comando fortaleza e império
Calam-se mais uma vez os senhores
Guerrilheiros de tropas valentes

Ainda que eu queria lutar
E assim farei com todo fervor
Vencerei em nome e desbravarei novas terras
Mesmo que a vida me custe!

Serei o Senhor dos Senhores!
Farei valer meus queixumes
Agora não mais aceitarei
Perdas ou ganho de pouca valia

Prevalecerá sempre minha ira
Sobre aquele que não fizer o quero!
Sentirão o peso de minha mão
Serão banidos como o costume

Agora me tranco ao descanso
Pois Senhor dos Senhores também cansa
Farei valer minha calma
Onde o justo dos justos descansa
Pois sou Senhor o Guerreiro da Esperança!


Claudia Aparecida Franco de Oliveira/03/01/2006
lindamulher
Enviado por lindamulher em 04/01/2006
Código do texto: T94596
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cláudia Aparecida Franco de Oliveira). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
lindamulher
Itirapina - São Paulo - Brasil, 57 anos
1582 textos (129606 leituras)
3 áudios (322 audições)
4 e-livros (303 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 15:02)
lindamulher