Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

OS PÉS ESQUERDOS

há falta de ti
quando a noite tarda,
árdua,
sem nenhuma mesmice
ao mostrar-se pro silêncio...

há uma falta de ti
- até involuntária -
acidental,
quando, sem sonhos, a noite caí
na  profunda dos silêncios...

há duas faltas de ti
quando a manhã tarda,
algoz,
com esperança de ruas
bêbada como todos os andares
das sombras
vestidas de noite.

Quase nada importa!

O importantíssimo, agora,
é o corpo em falta,
sem suores, temores ou escuridões,
em jejum do corpo dormido
que acende luzes sem tanta necessidade,
que come de tudo que há na geladeira.
De pé,
num sobressalto,
ponho o inconsciente pé esquerdo
no chão esquerdo, ao acordar a cama,
certo da falta do pé direito do outro corpo
a deixar-me uma sensação de nada e coma.

A falta de ti é incontável!

Mas resta, ainda,
uma terceira falta de ti,
- partindo ou chegando -
enquanto, na madrugada, chuvas desabam
chorando estrelas
cadentes, cataclísmicas ou companheiras!

Até sobrar-me a quarta falta de ti
-   a mais absurda, talvez -
com desejos da tua voz de antigamente:
pausada, carinhosa, encorpada, sensual,
da menina em rubor ou da mulher depravada.

Amo-te em silêncio,
mas deixo-te falando pelos corredores;
reconheço, daqui, teu andar afobado
de passos de chagada,
- rápidos -
com uma louca vontade de vir inteira
sem que a quinta falta chegue
às fronhas com monogramas
ou ao sono a dois sob a cobertinha barata
- lado a lado -
como se não tivesse havido noites, manhãs,
pés frios ou madrugadas
durante tua ausência.

Descobertos,
nossos pés esquerdos
- conscientes de tanta falta -
acham que a manhã é cedo demais para o primeiro
passo do dia.
Djalma Filho
Enviado por Djalma Filho em 06/01/2006
Código do texto: T95444
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Djalma Filho http://www.recantodasletras.com.br/autor.php?id=686). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Djalma Filho
Salvador - Bahia - Brasil
658 textos (19518 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 20:30)
Djalma Filho