Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

BALADA DA LÁGRIMA

Chorei-a
como se precisasse das lágrimas
(suas e minhas)
espremidas pelos poucos olhos
sem controle do ser que queria tanto ser
quase racional, na queda da alegria ou da tragédia
das lágrimas.
Chorei-a,
- tive que chora-la -
em todas suas formas!

Chorei-a
como se não mais precisasse de lágrimas
(nossas)
compromissadas com a paixão;
as maçãs desse rosto, ainda ressecado,
pelos furacões Adelaide, Joana, Cecília, Marli,
irriga-se pela emoção do encantamento
do amor que se aproxima,
paulatinamente,
com todo direito de chorar o mais que possa,
se a felicidade quiser,
só de alegria,
a esse amor que resistiu tanto e tanto
aos desencontros da paixão.

Chorei-a
como se precisasse de todas as lágrimas
(suas)
mais displicente que as do amor
passageiro
que sequer foi sentido
enquanto seus olhos, embaraçados e vesgos,
avermelhavam-se por pura vergonha
no soluço mais incontrolável.
Chorei-a
sem pudor de ser metade:
completamente!

Chorei-a
como se não precisasse de nenhuma lágrima
(minha)
irreverente;
imune, até então, a todas as surpresas
- de corpo e coração -
aos furacões
que, sem nenhuma saudade, devolve aos meus olhos
a lágrima de mulher por mim chorada.

Ah, como precisei derrama-la
ao sabor do gosto das lágrimas iguais,
bebidas pela mesma boca-sal
que gosta de provar com a ponta da língua
o sabor do seu rosto suado
que me fez plantar
amor nas lágrimas que, fatalmente, virão!
Djalma Filho
Enviado por Djalma Filho em 06/01/2006
Código do texto: T95445
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Djalma Filho http://www.recantodasletras.com.br/autor.php?id=686). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Djalma Filho
Salvador - Bahia - Brasil
658 textos (19525 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 02:06)
Djalma Filho