Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UM BEIJO DE BRISA



suave seria a morte se ela
nos visitasse no poente da vida
e se sentasse junto de nós
como se nos compreendesse
e nos ouvisse porque razão gostaríamos
de ficar mais um pouco
a olhar o sol


mas a morte é surda e não tem
sentimentos nem voz
nem mostra o rosto
ao contrário do que escrevem
os poetas sábios


talvez então
ela venha linda e vaporosa
como uma miragem
trazendo ao colo num nevoeiro de penas
a nossa encomenda certificada para a viagem
depositando-nos apenas
um beijo de brisa
com um perfume de rosa
à flor dos lábios



José António Gonçalves
(inédito.26.4.04)


JAG
http://members.netmadeira.com/jagoncalves/



JAG
Enviado por JAG em 07/01/2006
Código do texto: T95761
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
JAG
Portugal, 62 anos
117 textos (41779 leituras)
4 áudios (187 audições)
1 e-livros (28 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 00:56)
JAG